Um tecido para chamar de teu

23/11/2011 § 1 comentário

Projetos faça-você-mesmo são muito bacanas. Principalmente quando eles são fáceis, onde a probabilidade de errar não é tão grande. Quando era mais nova adorava brincar com tinta e tecido. Gostava de inventar, só que não tinha muita técnica não. Era uma no erro e no acerto. Então quando vi esse projeto no design sponge de carimbar estampas em tecidos, que não é nada difícil, lembrei direto das minhas empreitadas e como eram boas de fazer! Tanto gostei que estou aqui colocando, na minha tradução.

Para fazer o carimbo, um pedaço de madeira é perfeito. Escolha um desenho que te agrade e que também não seja difícil de talhar na madeira. Tenha tinta de tecido, rolinho, aquela coisa básica. O rolo deve ter tinta, mas não demasiado, senão vai ir além do desenho no carimbo.

Aqui a ideia foi de testar antes em um papel para ver se ficava legal, como a pessoa queria. Depois começou no tecido, cuide para que embaixo do tecido a superfície esteja lisa. O bacana é colocar algo embaixo do tecido para deixá-lo reto. A partir do momento que transferiu uma imagem, replique ela como quiseres.

E o tecido zigue zague perfeito! Antes de utilizar ele, melhor esperar cerca de 3 ou 4 dias. Na realidade este é o tempo para secar a tinta no tecido. No artigo falam para esperar depois de secar mais uma semana para colocar em uso. Perfeito!

Anúncios

Outras ideias para cabeceiras

13/07/2010 § 5 Comentários

Semana passada estava falando com uma amiga minha sobre cabeceiras e como podemos fazê-las diferenciadas, baratas e bacanas. Acho que por isso que eu gosto tanto de cabeceiras. Gosto da ideia de cada um ter a sua, algo bem único, algo que faça o quarto ter a “cara” do dono. Por isso fui pesquisar algumas outras ideias que qualquer um poderá fazer, com calma, jeito, algumas ferramentas corretas e disposição, podendo ter uma cabeceira bem faça-você-mesmo.

Essa é a cabeceira que minha amiga fotografou de uma vitrine em Porto Alegre. É super fácil. Precisa ter muitos pregadores, fios e duas torres de MDF laminado ou podes pintar mesmo, com tinta esmaltada.

Procurei algumas ideias como a do varal acima, mas não achei exatamente igual. Acima algumas sugestões do que podemos fazer com varais. Adorei esses adesivos, por mais que na fotografia o exemplo não seja como cabeceira, achei bacana, simples e de bom gosto, além de super divertido.

Seguindo uma ideia de varal, aqui duas opções para usar com o varão das cortinas. E pensar nas milhões de estampas que existem… Bacanérrimo.

De todas as opções, sempre vou preferir com madeira. Gosto desse aconchego que sinto com a madeira. E vou dizer, adoro os nós aparentes, acho realmente bonito! Melhor ainda quando tem esse contraste de rústico (madeira) com o moderno (móveis brancos com linhas simples). A primeira imagem com quatro tábuas horizontais de madeira de demolição, um tanto maiores que a largura da cama. Na segunda imagem, três tábuas na vertical, certamente do chão até o teto. Acho lindo, simples, criativo.

E ae, qual a tua opção?

Cabeceira. Faça Você Mesmo

21/05/2010 § 2 Comentários

Tempo louco por aqui. Acabou de aparecer um ciclone e mais outro virá nesses dias. Floripa e várias outros lugares sofrem com tudo isso. Ventos, chuvas, calor, frio, tudo em um dia. É meu caro, o clima está punk.

Fazendo de conta que tudo está ok,  lembrei que fazia tempo que não falava de cabeceiras. Um dia coloco a nossa aqui, se bem que já postei como era no apartamento antigo. Bom, eu sou fã de cabeceiras e, principalmente, de projetos faça você mesmo ou projetos criativos mesmo. E essa cabeceira é bem tudo isso. Fácil de fazer (com paciência e calma, tudo fica certinho), tu podes encolher o tecido que quiseres e tcharannnn, coisa mais linda. As imagens abaixo falam por si só.

Quem quer ver todo o processo deste projeto, está no site all things thrifty, não precisa saber inglês para entender, as imagens já são super explicativas. Vi no made by girl.

Luz da vida

22/04/2010 § Deixe um comentário

Como muitos sabem, estamos morando em Floripa desde ano passado. Estamos aos poucos desvendando essa ilha cheia de surpresas e sentimos cada vez mais que fazemos parte desta vida aqui. Mas mesmo morando aqui, uma vez ao mês sempre vou para o RS ter reuniões com meus clientes, e quando vou para lá, acabo trabalhando de montão, já que utilizo TODO meu tempo para fazer as reuniões e me encontrar com todos que posso em um curto espaço de tempo. Ao mesmo tempo, fico besta com um pensamento que venho vendo, principalmente de gaúchos, de que quem mora por aqui não trabalha!!! Convenhamos!!! Aqui trabalho mais que em Porto, só que tem uma diferença: tenho qualidade de vida. No final do dia paro tudo e fico vendo a praia, a natureza. Coisa que em Porto Alegre nunca fizemos (só passear na redenção não conta, ok?). Eu não sei qual o problema das pessoas em verem outras curtindo a vida como ela deve realmente ser. Adoro meu trabalho, mas também adoro pensar que posso tomar um banho de mar refrescante ou caminhar no meio da natureza entre todos meus compromissos. Sem contar que fico muito mais produtiva, já que minha criatividade só aumentou desde que chegamos aqui. Esse foi um desabafo. Super desabafo na realidade.

E falando em criatividade, após trabalhar pra caramba e curtir minha casa, achei que já era hora de colocar as luminárias no escritório e na sala. As luminárias redondinhas. Compramos a luminária acima (com foto já colocada aqui abaixo) bem linda, na Tok&Stok (em Porto Alegre, já que ainda não tem por aqui). Custou R$21,90. É mais barata lá porque se diz “irregular”, ou seja, não tem de forma regular os aros ao redor da mesma. E ficou linda:

E falando em luminárias redondinhas, vou postar minha queridona, que tenho faz tempo, quem sabe uns 8 anos. Não é de papel, mas de tecido, na realidade linha de tecidos. É lindona e colocamos na nossa sacada. Por mais que seja pequena, dá um efeito bem bacana. Essa foi comprada na Mãos do Mundo, loja que realmente amo e fica em Canela, no RS, bem no lado da Catedral de Pedra.

E para o escritório, achamos na loja daqui mesmo, Lua Nova (henrique veras do nascimento, 121), fica na Lagoa da Conceição. Acabei ganhando essa azul lindona. Foi aliás, lá que compramos o melhor incenso de todos os lugares (amo incensos, amo mesmo). Lá na Lagoa também adoro uma outra lojinha, de tudo um pouco, Beco do Bagre. É tudo lindo, lindo. Vale super a pena ir. Fica na Afonso Delambert, bem fácil de achar.

E por favor, sem essa de rótulos, ok? A vida é surpreendente principalmente quando não colocamos rótulos em nada, nos despimos de preconceitos bobos e vivemos na boa, curtindo o máximo que podemos ao nosso redor!!!

 

Doorstop

16/09/2009 § Deixe um comentário

091509_doorstop

Hoje a casa acordou com tudo. John foi tomar banho e… resistência queimou. Sem nenhuma loja aberta, ficou assim, banho frio. Por muita sorte está calorzinho! Viu, por isso que gosto do calor, nessas horas lembro que por sorte isso não aconteceu no inverno!

Pois bem, depois de acordar tri bem com banho, vi algo simples, fácil e baratíssimo. Doorstop feito de tecido + tijolo. Simples, simples assim. O faça-você-mesmo mais fácil de todos. Perfeito. E de quebra pode conseguir um tijolo por ae, naquela demolição de casas que se transformam em prédios enormes, sem fim. É o que vai acontecer aqui ao lado do prédio que moramos, duas enormes torres, carésimas e certamente com pequeníssimos aps. Triste.

De apartment therapy.

Cabeceira. Mais uma

20/08/2009 § 2 Comentários

cama

Nada como ter muitas opções para cabeceira de cama. Aqui mais uma variação, super, super em conta. É só pegar uma chapa de compensado ou alguma chapa de madeira e forrar com tecido. Daí fica à escolha da pessoa qual tecido colocar. Super fácil não?

Tecidos + Papel Parede

11/08/2009 § 3 Comentários

Quer algo bem teu? Quer algo que te sintas em um local mais aconchegante? Sempre achei que o aconchegante está diretamente ligado à tecidos, papéis de parede e madeira. Quando morava na Noruega, todos adoravam essa palavra, aconchegante. Lá se diz koselig. Tanto que realmente, nas casas tem muita madeira, aparecendo aqueles grandes nós, muito tecido em peças, móveis e papel de parede, muiiito. Lá aprendi a gostar do aconchegante. E aprendi muito sobre a arquitetura nórdica, que diga-se de passagem, é muito linda.

tecidoNesses projetos, que se não me engano são da mesma casa, o tecido é que faz a diferença nas portas. Gosto bastante das portas do closet com tecido vermelho, realmente ficou super lindo!

Mural2

Estou usando essa imagem acima pois não achei a que gostaria de mostrar. Vi em um blog que tinha tirado a ideia da Martha Stewart, de colocar tecido nas pranchetas (em toda ela, não somente em grande parte, como aqui) e fazer um mural diferente para escritório/oficina. Aqui parece adesivado ou com papel, mas a ideia de colocar tecido nas pranchetas fica lindo.

Adendo: agora vi em um site, super sem querer, o passo-a-passo das pranchetas. Entra no blog das gurias.

wall

Adoro esses papéis de parede que são geométricos, dando relevo para a parede. Não são os mais baratos, mas dão exatamente o ar de aconchegante que gosto. Os quadros na parede sustentam ainda mais o que eu acho.

wall2

Ok, ok, esta última imagem não tem nada do que falei. Mas olhem bem esse sofá junto à mesa. Tri gostoossooo.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com tecido em .