Alfaces

25/07/2016 § Deixe um comentário

Boa tarde pessoal, tudo na paz? Passaram bem o final de semana?

Então, como havia escrito no post abaixo (Horta em Casa), sempre quisemos uma hortinha para chamar de nossa e finalmente estamos podendo realizar essa vontade! Nosso primeiro canteiro foi aquele da foto do post acima. Atualmente são quatro canteiros e por mais que o frio venha com força para estes lados, tem amanhecido com temperaturas entre 5-7°C), a nossa horta tem se desenvolvido!

Aqui na primeira foto estão as nossas alfaces recém brotando! Impressionante como alface cresce bem e sem muito cuidado. A rúcula já outra história (e para outro post). Normalmente eu costumo semear em berçários (ou sementeira) as sementes das plantinhas que gostaríamos de ter. Prefiro semear, pois eu tenho um controle maior do que ter na nossa horta, do que ir na agropecuária ou em feiras para ter as plantas e quando vê não têm nada bonito ou do interesse. Então, eu montei um berçário onde coloco as sementes em pequenos orifícios que eu  faço no solo. Neste exemplo da foto, eu ainda estava usando saquinhos plásticos para mudas como berçário, mas eu fiz um de madeira (postarei mais adiante).

Alfacinhas#crescendo

A alface tem um índice de brotamento super alto, então não precisa colocar semente demais em cada orifício. Eu procuro colocar umas 3 sementinhas por buraco de 0,5 cm de profundidade, que elas vêm com muita força. Eu deixo as mudinhas nos berçários até elas alcançarem uns 5 centímetros, quando eu escolho aquelas mais vigoras para passar para o canteiro. Depois de replantadas no canteiro, os alfaces crescem super rápidos! Menos de 50 dias já estávamos com alface pronta para comer!

Alfacinhas#crescidas

Bom pessoal, plantem! Não importa aonde e nem quanto espaço há, as plantas crescem de qualquer jeito com amor e água!! Plantem essa ideia gente boa!

Fiquem em paz!

joao_vi

Dez formas de curtir (Número 06)

09/02/2012 § Deixe um comentário

Sequência do post Dez formas de curtir (Número 01) sobre uma reportagem li no site da Revista Casa e Jardim e que vale muito a pena. O texto abaixo de todas as imagens é da designer holandesa Lidewij Edelkoort para a Revista Casa e Jardim, que estuda comportamento de consumo em vários países. Todas as fotos são pessoais, feitas por mim e pelo João, a maior parte da nossa casa.

“Aprenda com as plantas a viver o momento presente. Amanhã a flor pode já ter murchado. Amanhã pode ser que não chova – ou que falte o sol. Aprenda com as plantas a não economizar experimentações. Viva o hoje intensamente. Aprenda a aceitar o eterno ciclo da mudança de estações como uma bênção. Receba cada fase como um novo começo – e não como um novo fim. Tenha em mente que é sempre possível replantar, mudar de terra. Celebre, numa simples mudança de jardineira, a promessa da terra nova. Os budistas dizem que, se pudéssemos perceber claramente o milagre que representa uma simples flor, nossa vida mudaria por completo. Contemple a vida em suas infinitas escalas – da planta inteira, raiz, caule e folhas, ao microcosmo de cada nervura de folha. Cerque-se de plantas, aprenda com elas. Acredite numa vida mais saudável e mais perto do natural, em que as plantas sejam acolhidas numa casa como seres e não como objetos.”

Foto: nossas pimenteiras no jardim. Se tem algo que é bacana é cuidar das plantas. Quando não tinha nenhuma não tinha muita noção de como uma planta pode trazer vida, energia boa e um equilíbrio interessante ao lugar. Virou uma pequena obsessão aumentar nosso jardim, comprar vasos e mais vasos, fazer mudas de folhagens, frutas, chás.

Começando a cuidar das plantas de casa

21/11/2011 § 1 comentário

Eu não sou a pessoa que entende pra caramba de plantas. Eu simplesmente gosto de tê-las por perto e o convívio com o João fez com que eu fosse mais atrás de como cuidar delas. Quando morava bem solita da silva, tinha um cactus, que morreu. Tive outro, que também morreu. Depois de uma longa data ganhei uma suculenta em um sorteio onde trabalhava e assim tive a minha primeira verdinha para chamar de minha que durasse e que mora conosco desde então (na foto é a última, nos fundos, dos bancos, à esquerda). Mas antes precisamos comprar algumas coisas básicas para jardinagem:

De início, luvas são muito boas. Até hoje não temos luvas de jardinagem e sim luvas que o João usava nas coletas marinhas dele. São ótimas para tirar o mato (outro dia não estava de luva e detonei meus dedos só tirando os matinhos safados). A tesoura de poda é bacana para, como o  nome diz, podar plantas pequenas. Aqui em casa temos uma super grande, para podar valendo mesmo. Um facão é bom para ajudar em podas maiores, como em árvores. Um bom regador é ótimo, ou se morar em casa, a mangueira faz sua vez. Adubo e terra vejo que são essenciais também. Sobre adubagem, perguntem bem para o pessoal das floriculturas, não coloquem sem saber, do contrário é bem capaz que irão matar as plantinhas.

Nos outros posts vou falar um pouco das nossas plantas.

E o jardim?

07/10/2011 § Deixe um comentário

Quando morava solita, não tinha plantas. Todas, invariavelmente, acabavam morrendo. Lembro de ter um lindo cactus, oponente, no hall de entrada do apartamento que morava, com um vaso lindo, azul. Foi-se, junto com todas as outras plantas que tentei ter naquela época. Daí entra em cena o João. Com a mala e cuia trouxe para o apartamento muitos verdes! Com o tempo a família de plantas foi aumentando, aumentando… nossa sacada era repleta de verdinhos! Alguns viraram experimentos e não aguentaram, mas salvamos boa parte. Na realidade João salvou, tirando minhas suculentas. Aprendi como essas plantas são fáceis de cuidar e também fáceis de fazer muda (é só pegar um pedacinho dela, colocar na terra e voilá, a mudinha vem rápido). São, obviamente, minhas favoritas e vivemos fazendo mudas delas.

E junto com as plantas, começamos a pensar onde colocá-las. Cachepôs, caixas de madeiras, bancos, vasos de cerâmica, mesas. Eis que peguei algumas ideias que tenho na minha pasta de jardinagem. Sim, porque precisamos nos organizar, mesmo que não tenha feito quase nada dessas ideias. Pelo menos estamos conseguindo trocar os vasos de plástico por vasos de cerâmicas, muito mais bacanas, mais resistentes, por mais que um pouco mais caros.

Essa mesa aqui acima é muito fácil de fazer. Acho que é a ideia que primeiro vamos colocar em prática. Madeiras simples, linhas retas, justamente para ficar ao ar livre. Lindo não? Claro, tirando os bonsais da foto, que acho bem mais difícil de cuidar (já matei um uma vez, então não cuido tanto dos nossos aqui de casa, John cuida total deles).

Os pergolados também são uma boa. Aqui colocaram umas trepadeiras para preencher bem. Gosto muito dessa área, assim como essa aí em cima, com um rio/lago (?) ao fundo. Nesses dias corridos sonho em ter um lugar assim para relaxar. Ô coisa bem boa!

Obs: fotos de diversos sites. Como tenho essas imagens faz tempo, não lembro de onde elas vieram! Putz!

Uma pausa

04/10/2011 § Deixe um comentário

Pausa para esse banheiro.

Adoro pé direito bem alto. Janelas grandes. Pastilha somente em uma parede. Banheira estilo super antigo (mas nova). Não sei se adoro tantas plantas no banheiro, mas gosto de algumas nele. Banheiro enorme galera! Eu sei que mesmo que se eu tivesse minha casa, não teria um banheiro tão grande, mas serve de inspiração, não?

O Jardim dos deuses

01/04/2010 § 4 Comentários

Como é bom Those Dancing Days!!!!!! Essa banda me conquistou de vez.

Bom, tendo de fundo as músicas da banda de cinco meninas suecas, vejo os projetos aqui para a casa nova. Projetos, sempre com muitos projetos. Falei que aqui é uma casa, certo? Então, uma casa, com pátio, muitas plantas, pouca grama e muito capim. De frente da sacada aqui de cima, olho para baixo e vejo todo aquele capim crescendo numa velocidade impossível. Em poucos dias os dogs desaparecem ali no meio. E lá vai o John cortar a “grama”.

Pois esse é o nosso primeiro projeto. Minto. Primeiro projeto foi colocar a casa em ordem. Ainda estamos colocando. Então falando melhor, o pátio é o nosso projeto mais completo, já que queremos fazer muita coisa nova. Primeiro: iremos ter um deck, ou pseudo-deck de madeira. Para isso teremos que deixar bem plano tudo… colocar muitas plantas, faremos uma horta, teremos um chuveiro massa, muitos pedriscos e, certamente, o que sobrar terá grama.

Para isso olhei várias imagens. Com orçamento curto, a gente se desdobra, certo? Aí que a imaginação vem com tudo!!!

Essa imagem foi o início de tudo. Um pseudo deck como esse caminho é o que quero. Bem rústico, sem barrote. Como essas madeiras, as tábuas uma unida a outra, sem nada entre elas.

Cachepôs como esse acima. Muitos ao redor do deck. Para a horta, minha ideia é também ter esses cachepôs, mas maiores. Ah, sem contar em um super vaso com meu chá favorito, cidreira. Ele é super considerado capim e amo demais. Erva doce também poderá ter. O que temos pensando demais é ter pimenteiras ao redor da casa, além de dar um colorido lindo (amarelo, roxo, vermelho), faz um papel super importante, contra o mau olhado.

E vocês pensam que eu ia esquecer das minhas queridas suculentas???? Jamais. Muitas suculentas, diversas. Fica super lindo misturar diferentes em um mesmo local, como na foto acima! Ah, não posso deixar de comentar. Trocaremos nossos vasos de plástico por cerâmica… bom, já devíamos ter feito isso à algum tempo, mas como são muitos vasos, sempre deixamos de lado. Além de ser muito mais sustentável, a vida útil do vaso é muito maior, sem contar como realmente dá um efeito lindo, como na imagem abaixo.

E agora, abaixo, imagem do mini projeto que fizemos para nosso jardim. No canto direito está nossa garagem, e não cheguei a colocar no projeto, mas iremos colocar muitas mudas de maracujá para fazer uma cerca viva, já que não temos muro e sim cerca de metal. Nosso jardim fica na parte frontal da casa, então pensamos em colocar os bambus para dar uma privacidade na área do deck. Os quadrados e retângulos verdes são os cachepôs e vasos que iremos colocar. Certamente nosso deck será um pouco maior, com réguas de pinus mesmo, colocaremos um verniz como impermeabilizante. Cada régua tem 3mx30cm e é super fácil de achar nas madeireiras.

Espero, da próxima vez, ter as fotos do antes e depois. Well, aproveitem o feriadão de páscoa pela frente, curtam o sol, o descanso ao máximo!! Boa páscoa.

Dias de sol

29/09/2009 § Deixe um comentário

Ok, reclamei ontem da chuva, tempo nublado não? Pois hoje acordo com um super sol, cachorrada correndo pra janela para ficarem atirados no chão quentinho, cara de feliz da Ké aqui.

Pois bem, cheguei domingo de viagem e recebi um presente lindo. Como viajei solita, John fez uma surpresa e colocou em um pote de vidro que estava sem utilidade algumas suculentas para deixar ao lado da minha mesa de trabalho. Falou que eu que teria que cuidar, sabendo do perigo que isso quer dizer. Pois sou péssima para cuidar de horas de sol, água, etc. Ele quem cuida na realidade das plantas, eu só dou pitacos.. ehehhe. Hoje de manhã já comecei mal, esqueci de colocá-las no sol e lá foi o John com elas para o sol. Espero conseguir cuidar delas, e olha que são facílimas de cuidar!

Em homenagem às pessoas que realmente cuidam de suas plantas magnificamente, coloco algumas imagens de área externa que achei o máximo. Tudo super bem cuidado, bem desenvolvido o projeto, coisa linda. Ideias que podem ficar muito bem na casa/sacada/terraço. Como preferir.

plantitas_3plantitasplantitas_2plantitas_1plantitas_4plantas

Imagens: Aqui.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Plantas em .