Bom Senso por você anda?!

23/07/2016 § Deixe um comentário

Olá pessoal, tudo na paz?

Como já escrevemos antes, moramos em um balneário com 180 pessoas e no inverno a prainha fica fantasmagórica. A casa do lado da nossa está a venda, então se antes ninguém vinha, agora mesmo que não tem ninguém. Às vezes aparece a moça que cuida do jardim, mas ela nós conhecemos. hoje, uns poucos minutos atrás, nossos cachorrinhos começaram a latir para o vizinho, mas eu sei que a moça não aparece no final de semana, então fui ver o que eles latiam com tanto afinco e vi uma moça no muro da casa vizinha ao nosso vizinho e não dei bola, pois a casa de lá também está a venda e como não tem portão nem nada as pessoas entram com frequência para bisbilhotar, o que sou contra, mas eis que vi um sujeito no pátio do nosso vizinho que tem portão e estava fechado.

Obviamente indaguei o sujeito e ele me disse que estava olhando a casa, aí eu não me aguentei e disse: “mas tu tens que pular o muro para olhar”. A casa do vizinho tem uma cerca de tela e a pessoa pode muito bem olhar do lado de fora que se tem uma visão completa. Quando o indaguei, o sujeito ficou brabo comigo, como se o que ele estivesse fazendo não tinha problema algum!! Eu fique perplexo! Poxa, como assim? Cadê o bom senso?! Não pode ser do jeito “quero ver, logo invado a propriedade de outro sem o menor constrangimento”, fala sério!? Falei com calma e disse que eu tava cumprindo com o meu papel de vizinho, já que vi um estranho andando bem belo no pátio. Ele ficou dizendo que morava na esquina da nossa rua, mas honestamente, foda-se! Não me importa, pois eu não conheço a pessoa e ela está dentro de uma propriedade privada!! Mas o sujeito continuou ofendido comigo…bom, virei as costas e deixei-o falando sozinho. Poxa, tudo tem limite. Claro que quando eu fui ver, o querido havia zarpado fora! Interessante, não? Foi só chamar a atenção para a coisa errado que o camarada saiu.

Assim, aproveito esse acontecimento para externar uma coisa que a muito nos incomoda. E é esse o grande mal de nós brasileiros. Está faltando o bom senso!! A educação e o respeito pelos outros. Eu não sei o que foi que aconteceu, mas cada vez cresce mais esse tipo de atitude do “eu quero, logo posso e que se foda o do lado”. Gente, em muitos países civilizados, onde as pessoas entendem o que é uma sociedade e o papel das pessoas, nesses locais não se toleram esse tipo de atitude e repreendem sem constrangimento algum o sujeito que está em desconformidade com a regras de sociedade. Aqui se tu chama a atenção de alguém que tá fazendo merda, tu és o estressado ou encrenqueiro ou o intolerante ou o que tu quiseres mais. Nunca ninguém repreende a pessoa que fura a fila ou é mal educada ou que pega o caixa eletrônico para si, esquecendo da fila quilométrica ou estaciona na vaga de dois carros e tantos outros exemplos. Todos ficam caladinhos e recriminando com olhares aquele que chama a atenção do sem-noção. Poxa até quando? Não são os políticos que devem organizar a sociedade e, sim, nós cidadãos que temos que fazer acontecer. Senão os políticos continuarão roubando e rindo de nós, pois nós não estamos organizados e vigilantes. Não adianta nada afastar deputados ou senadores, se os mesmos continuam gozando das benesses do dinheiro roubado e as pessoas babando o ovo dessa gente.

Por isso a pergunta, BOM SENSO POR ONDE VOCÊ ANDA?? Simples, as coisas começam de cima para baixo e não o contrário. Porque se é de cima que vêm as ordens de como devemos viver, isso se chama ditadura! Vamos lutar nós nas pequenas coisas do dia-a-dia. Não temos como combater pessoas armadas, mas podemos e devemos combater os espertos que levam vantagem no detalhe. Se ficarmos quietos, nunca aprenderemos a fazer a diferença e principalmente, nunca seremos respeitados!

Fiquem em paz!! E se façam respeitar!

 

Anúncios

Dia Mundial do Meio Ambiente (05.06.10)

07/06/2010 § Deixe um comentário

Ano passado, enquanto ainda morávamos em Porto Alegre, tomamos banho durante uns dois meses de balde. Havia queimado a resistência do nosso chuveiro e no primeiro dia, sem ter tempo de ir até a loja, esquentei uma água e coloquei em um balde e tomei banho assim. Quando vi, tinha realmente gostado da ideia (não era frio em Poa, só para constar) e quase até nos mudarmos, tomávamos banho dessa forma.

Você sabia que, com apenas um balde, podemos tomar banho? Claro, tenho cabelo curto e isso encurta o processo, mas fiquei admirada como gastamos água. Demais. Hoje, tomando banho, um banho quente, super bom, daqueles que esquenta a alma, lembrei do ano passado. Com certeza gastei mais do que dois baldes de água. Aí que lembro de como, em algum tempo passado, precisávamos de muito menos para viver, menos coisas, menos alimentos, menos porcarias, menos água. Parece que com o tempo complicamos tudo. E agora, como descomplicar, se estamos no meio disso tudo?

Sábado foi o dia mundial do meio ambiente. Sábado aqui fez um sol lindo, de tirar o fôlego. Gostaria de continuar tendo esses dias lindos, mas aqui na ilha chove cada vez mais. E está sendo assim faz algum tempo. Casas são destruidas pela força do mar (como certamente pode-se ver nos jornais), onde não poderiam construir casas o fazem, depois querem que sintamos pena dessas pessoas. Empresas destroem o meio ambiente em prol do faturamento. Queremos ter e ter cada vez mais coisas, mesmo que não tenhamos certeza porque queremos tanto.

É difícil dosar o equilíbrio, é difícil querer uma sustentabilidade onde o que se pensa é lucro, felicidade individual. Mas não perco a esperança. Quem sabe não tomo banho de balde, gasto mais água do que necessário, mas tento fazer minha parte em processos que posso ajudar.

E você? O que pensa disso tudo?

Por aí

11/12/2009 § Deixe um comentário

Gente, não estou tão por dentro do que está acontecendo em Copenhagen, na Dinamarca, na Conferência (COP-15) que tem como objetivo estabelecer o tratado que substituirá o Protocolo de Quioto. Estou sem televisão e ultimamente tenho pouco tempo para ler na internet os acontecimentos. Mas vi posteres tão lindos criados por Andrew Bannecker para Coca-Cola intitulado HOPENHAGEN (trocadilho de esperança com Copenhagen, capital da dinamarca) que resolvi colocar aqui.

Também vi as imagens que o Greenpeace colocou em toda a cidade, mas não consegui pegar com qualidade boa para colocar aqui. A única coisa que penso é: será possível que somente algumas pessoas tem noção de como está o mundo e de como ele piorará se ninguém fizer nada?

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com esperança em .