Diferença entre os tamanhos de aquários

30/04/2010 § Deixe um comentário

Olá Pessoal!

Vira e mexe, eu dou o ar da graça! Estou para escrever esse post a algum tempo e chegou a hora! hehehe… Gostaria de agradecer a grande contribuição que o Paulo deu ao nosso blog, deixando esses dois comentários. Eu os achei tão bom e ilustrativo, que vou transformá-lo em post.

” Vc têm dois aquários um com 100l. e outro com 500l. ambos estão próximos, na sua sala de estar. Os dois aquários têm a mesma população de peixes de idade e tamanho (cinco peixes p/ ex). Qual dos aquários vc julga que necessitará maior atenção? Que aquário irá ter o consumo de oxígênio esgotado mais rapidamente? Qual dos aquários irá responder as variações de temperatura e iluminação da sua sala estar?…”

“… O aquario é um sistema artificial portanto quanto menor seu volume de água, mais rápidamente respondera as variáveis externas. Como temperatura por exemplo. Se vc têm uma coleção de água, essa abriga organismos vivos que irão interagir com as variáveis fisico-químicas do meio. Trocando em miúdos, um aquário pequeno responde rapidamente as variações de luz e calor, quer dizer se toma muita luz rapidamente algas microscópicas nele presente se multiplicarão de tal forma até comprometer o sistema. Se o aquário têm muitos peixes a elevação de temperatura influi diretamente na fisiologia desses organismos, ficarão mais ativos, irão consumir mais oxigênio e eliminar mais dióxido de carbono e por aí vai… Procure encontrar o ponto de iluminação adequado ao seu volume de água. Trocar água semanalmente implica em trocar mudar todas as condições fisico-químicas e biológicas do aquário. Trocar um volume menor de água é uma saída melhor. Procure deixar seu aquário mais próximo possível do ambiente onde vive seu peixe, não se esqueça que cada organismo têm um rol de exigências e as vezes misturamos peixes com exigências bem diferentes. Boa sorte, ou boa leitura se achar melhor.”

Pessoas, esses conselhos são ótimos! Agora já sabemos que aquários menores requerem maior cuidado na mistura de peixes e são mais complicados de se fazer experiências.

Valeu Paulo pelo comentário!!!

Boa sorte a todos!

Anúncios

Guppies

18/09/2009 § 1 comentário

Bom dia amigos! Hoje o dia esta chuvoso e eca gigante! Mas vamos sobrevivendo!!

Gente, continuando na linha aquarismo, falarei dos maluketes dos Guppies. Esses peixes são extremamente agitados e alegres. Os machos apresentam um rabão bem colorido! Muito colorido mesmo.

Guppie MachoGuppie machoGuppie macho

São peixes mais ou menos exigentes. Gostam de aquários muito bem plantados e agüentam muito bem um aquário super populoso com muitos guppies. Sim, podes colocar bastante peixinhos. O aquário tem deve ser alcalino com o pH superior a 6.8-7.0 e de preferência temperatura em torno de 24 graus.  O legal desses peixes, é que eles se reproduzem que nem coelhos. As fêmeas ficam bem gordinhas, pois são peixes vivíparos, ou seja, os alevinos se formam dentro da fêmea, então ela fica bem gordinha com uma parte bem escura no ventre. É muito massa!

Existem algumas criadeiras aonde tu separa a fêmea do aquário misto e dos próprios filhotes, pois eles são peixes que comem os filhotes. É, eles não têm esse cuidado parental como os ciclideos, que cuidam dos seus filhotes. Mas tu podes deixar as fêmeas darem cria dentro do aquário, então alguns cuidados devem ser tomados, como ter muitas plantas e a granulação do cascalho deve ser o mais fino, para que os filhotes não fiquem presos no fundo. Mas o índice de mortalidade dos filhotes é super alto, então não fiquem tristes caso não sobreviva nenhum peixinho para contar história!

Normalmente, eles não vivem muito tempo. Aproximadamente uns dois anos. O tempo máximo de vida é de 4-6 anos, mas como compramos os adultos que já estão mais velhos, a adaptação é difícil e eles não vão muito longe.

Manutenção do aquário

10/09/2009 § 2 Comentários

A manutenção do aquário é muito importante!

aquário

Como já falei antes, nunca retirem todas as pedras e muito menos as lavem com sabão. Podem até retirar uma pedra por vez (pedra de rio grande como enfeite) para a limpeza. Pode ser feito com uma escova de dente. Mas nunca com sabão!!!!

O ideal é uma vez por semana trocar 20% da água do aquário. Faz-se um sifão (uma mangueira cortada, com no desenho abaixo), que permita puxar a água do fundo do aquário, mas é fundamental que o balde estaja abaixo do nível do FUNDO do aquário, pq senão não puxa a água. O legal é dar uma revirada no fundo e dpois sugar a sujeira através do sifão. É como tirar gasolina do carro. Deve-se sugar a água por uma ponta e a outra fica submersa retirando a sujeira.

sifao

Fonte: Sala de Física

O ideal tb para repor a água é deixa-la descansando em baldes e colocar a água com o pH semelhante ao do aquário. Mas deve-se colocar aos poucos para que não mude a temperatura e o pH bruscamente. To falando de ideal. Mas nunca coloquem a agua direto da torneira! Pelo menos uma hora ela tem que ficar no balde para o anticloro agir! Jamais!!! Jamais coloquem água direto da torneira!! E um pouco de algas verdes não faz mal, pelo contrário é sinal de que tudo esta OK!!

Boa sorte gente!

Acara disco

09/09/2009 § 4 Comentários

Falarei do peixe mais lindo dos aquários de agua doce!! O Acara Disco!

Acara disco Blue Diamond

Acara Disco com filhotes

Um peixe majestoso de movimento lento e gracioso!! Um peixe que vive muito, pode chegar entre 15 a 20 anos e que alimenta os próprios filhotes. Sim, ele libera um muco pelas escamas que nutrem os alevinos no primeiro mês de vida. São peixes monogâmicos verdadeiros, ou seja, formam um casal para a vida toda.

Não suportam peixes com movimentos rápidos. O ideal é ter um aquário formado somente por discos e quem sabe com acaras bandeira. Os neons tb são uma boa pedida para conviverem com os discos, além de darem um certo movimento. Os discos gostam de água levemente acidificada, em torno dos 6,8 a 6,0. Menos que isso pode complicar para as plantas. O aquário para eles deve ser grande, pois podem atingir uns 15-18cm, dependendo da raça. Então eu aconselho um aquario com pelo menos 200 litros. No aquário dele deve ter muitas plantas, pois são peixes originários de igarapés, ou seja locais aonde a água avança sobre a terre, por isso da água acidificada e aquário bem plantado, pois ficam muitas plantas submersas. Claro, o ambiente além de calmo, não pode ser muito iluminado.

Nunca tenham apenas dois discos, deve-se ter no minimo 3. Se for apenas dois, um deles dominará o outro e o dominado morrerá por falta de comida. Optem por discos ainda filhotes com mais ou menos 8 cm, pois crescerão juntos e formarão casais. Além de se adaptarem ao aquário novo. É muito comum comprar discos grandes e coloridos e passados alguns meses eles emagrecerem e morrerem. Lembrem-se eles são exigentes qnto a essas características.

Eu tive um disco azul real, lindo, que passou 6 meses parado na frente de uma pedra. Parecia em transe. O meu aquario era formado por acaras bandeiras e ele. Com o passar desses seis meses, um dia ele acordou da letargia e dava porrada em todos os outros! Sério, o bicho ficou impossível!!! Não deixava ninguém comer. Resultado, tive que devolve-lo a casa de aquario e trocar por outros acaras bandeiras! Vai saber. Acho que ele era bipolar!

Escolhendo os peixes Ornamentais

01/09/2009 § 14 Comentários

Bom, como havia dito no meu post anterior começaria a trazer algumas dicas aos leigos que queiram ter aquários como forma de decoração ou como hobby.

Tenham em mente, que o aquário é uma pequena fração de um habitat e por isso é importante não misturar as espécies de peixes com hábitos muito distintos entre si. Como já disse antes, tem que se ter em mente o desenvolvimento pleno dos seus peixinhos, então estudem sobre as espécies que vcs irão colocar no aquário. Sempre tem um tipo de cor e padrão de corpo que nos interessam! Lembrem-se que são seres vivos e não podemos brincar com suas vidas! Não é muito caro e pode trazar muita alegria ter um aquário bonito e bem cuidado!

Betta splendens - Peixe de brigafonte: Aquahobby

Lembrem-se tb, que é um 1 centímetro de comprimento por 1 litro de água. Ou seja, se forem 10 peixes de 15cm, o aquário deve ter 150 litros. Aquários apertados geram brigas e mortes em demasia! Quando eu tive o meu primeiro aquário, aos 10 anos, eu tinha um peixe por litro. Bom, meu aquário era pior que o presídio central e sempre tinha aqueles peixes que matavam os outros. Com o tempo, aprendi a não misturar peixes de hábitos diferentes e manter essa proporção. As brigas acabaram e os peixes até formavam casais. Depois explico melhor isso!

Ao escolher o seu peixinho, ele deve ser jovem, pois adapta-se muito facilmente ao novo local e ao novo dono. Normalmente, peixes grandes já estão velhos e não passam de 6 meses de vida. Experiência própria. O peixe deve ter as nadadeiras bem abertas e nadar com desenvoltura. Não pode ter pontos brancos pelo corpo como se fossem algodão, não devem permanecer na superfície procurando ar ou parado em cantos. O interessante é colocar a mão sobre a superficie do aquário e ver se os peixes se agitam como se fossem receber comida. As nadadeiras devem ser todas proporcionais e não podem estar machucadas ou murchas. Essas dicas são muito importantes, pois representam que o peixe que vcs estão comprando é sadio e viverá com plenitude. É muito frustrante comprar os peixes e depois de dois meses eles morrem do nada. O ideal que todos os peixes do aquário da loja estejam se movimentando com desenvoltura, pois como o aquário é pequeno, pode haver contaminação por algum tipo de moléstia a todos que estão ali dentro e se comprarmos um desses peixes, eles irão contaminar os peixinhos que já estão numa boa no teu aquário.

acara bandeira

plati

Antes de colocar os peixinhos novos na em sua nova moradia, eles devem permanecer dentro do saquinho plástico boiando na superfície por uns 10 minutos. Isso fará com que a temperatura do saco, fique igual a do aquário. Peixes não toleram variação muito brusca de temperatura. Então se colocarmos direto dentro do aquário e a temperatura for muito diferente, eles podem morrer na hora. Outra dica, é não misturar a água do saquinho com a do aquário, pois pode ter uma coisa e infectar os peixes. Tem aquaristas, que mantem um aquário de quarentena antes de colocar no aquário definitivo. Assim, se os novos peixes estiverem doentes, não contaminam o restante. Porém isso nunca aconteceu comigo.

Aquário de água doce!

26/08/2009 § 9 Comentários

A partir de hoje farei uma série de posts dedicados ao aquarismo.

Durante uns 15 anos da minha vida tive aquário. Acho lindo e um ótimo passatempo, pois a tranquilidade que dá ao ver os peixinhos em sua busca por alimento e até sociabilização. Na verdade sai mais brigas do que amizades, mas é muito compensador ver um aquário bem montado!

O principal é que ele seja retangular, embora possa ser quadrado ou a altura ser maior que o comprimento. Mas o ideal é que o comprimento seja a maior dimensão. Eles podem ter cantoneiras ou não, como nas fotos abaixo. É fundamental, ter a certeza de que o móvel que o aquário irá ficar, seja resistente!!!!

aquario com cantoneira

aquario sem cantoneira

Nele devemos pensar no tipo de filtragem. Existem as de fundo e as externas. Na filtragem biológica de fundo, há uma cama com placas de plástico toda perfurada, aonde a camada de cascalho fica sobre essas placas. Nessas placas existe uma torrezinha com uma pedra porosa em seu interior e esta está conectada a uma mangueira ligada a um compressor de ar. Por aí que ocorre a oxigenção da água.

Já o filtro externo puxa a água do aquário e passa por um sistema de carvão ativado, de vidro e cascalho. Em alguns casos há umas esferas que ajudam na produção de bactérias, que ajudam no equilíbrio da água. A água que passa pelo sistema deixa preso pequenas impurezas, como resto de alimento e dejetos dos peixes. Sim, eles liberam seus excrementos na água, o que a torna com p.H. muito baixo, que pode ser prejudicial aos peixes e plantas.

Eu, particularmente, prefiro o sistema de filtragem externo, pq é mais eficiente na retirada das impurezas. O filtro de fundo faz com que as impurezas sejam depositadas abaixo dessas placas e com o passar do tempo é necessário a limpeza total do aquário, o que é totalmente desaprovado, pois quebra o equilíbrio da água e os peixes morrem “de repente”. Mas isso dependerá de cada um.

Filtro externo
BioballFlitro Biológico de fundo

Além do sistema de filtragem, é preciso escolher uma boa iluminação e existem uma série de lâmpadas. A principal é que seja uma lâmpada fluoerescente (como nos exemplos dos aquários acima), pois favorece o aparecimento de algas “boas” ou verdes. As lâmpadas incandescentes facilitam o aparecimento das algas marrons, que podem matar as plantas e/ou reduzir o oxigênio da água. Ou seja, não é muito bom! Normalmente, pode-se deixar um lado do aquário mais escuro para peixes mais tímidos, afinal no ambiente natural a iluminação não é difusa 100% e existem muitos locais com sombras.

O cascalho precisa ficar em desnível (como nas fotos dos aquários acima), ou seja, na parte do fundo ele deve ser maior, que na parte da frente. Se eu não me engano, deve-se deixar na frente uns 5-6cm e atrás uns 10-12cm. Mais ou menos assim. É preciso bastante cascalho para que as plantas possam crescer e prendê-las no fundo, caso contrário as plantas não ficam no fundo. A granulação é importante, pois depende que tipo de peixes que iremos adquirir, pois tem os que gostam de remexer o fundo e podem engolir as pedras e quanto maior for o grão de cascalho, mais difícil será para esses peixes revirarem o fundo. Mas se fomos ter peixes muito pequenos, alguns podem ficar presos no fundo. Tem peixe maluco pra tudo!!

Eu sou a favor de aquário com 100 litros, pois é mais fácil para quem esta iniciando. Pois é muuuuito fácil ocorrer superpopulação. O cálculo é mais ou menos de 1cm de comprimento do peixe para 1 litro de água. Tem que se ter o cuidado, pois muitas vezes compramos peixes jovens e eles crescerão! E isso deve ser levado em conta. Um exemplo: 10 peixes que podem atingir o tamanho máximo de 15cm, deve-se ter um aquário de 150 litros. Assim, crescerão bem e não haverá brigas! A superpopulação em aquários acarreta em constantes brigas, que levam os peixes a matarem uns aos outros. Isso é super comum. Falarei mais disso em outro post.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Aquário em .