Alimento

23/08/2016 § 5 Comentários


Canteiro_maior#2Olá pessoal, tudo na paz?! Espero que sim!!

Hoje saiu uma reportagem no site da BBC Brasil “Epidemia de câncer?” que mostra uma triste realidade nossa, o abuso de agrotóxicos. O Brasil é o país que mais utiliza agrotóxico no mundo. SIM! É um saco isso, pois estamos falando de alimento!! Não estamos falando de carros de luxo ou caviar, onde uma minoria tem acesso. Estamos falando do alimento de todo o dia, aquele que mata a fome de milhares de pessoas!! Aquela comidinha que é muito complicado de evitar e tu não espera que ela seja um poço de veneno. Mas pelo visto não é só a fome que a comida mata atualmente!

Essa equação é muito complicada de ser solucionada, pois abraçamos a Monsanto de tal forma que eles estão arraigados em nossos solos que não será fácil se ver livre deles. Até bem pouco tempo a indústria de alimento que utilizasse qualquer item com organismos modificados geneticamente deveriam trazer em seus rótulos o símbolo de Transgênico. O lobby foi tão grande que hoje não é mais necessário informar sobre a presença de transgênicos nos rótulos, um retrocesso que eu não me conformo e as pessoas não deveriam se conformar também! Mas como a nossa mídia é uma beleza e não é nem um  pouco isenta, a desinformação das pessoas é algo estrondoso.

Assistindo ao documentário “GMO OMG”, eles comentam que os produtores que comprarem as sementes da Mão-Santa, ficam obrigados a utilizar os agrotóxicos da empresa. Então o furo é muito mais embaixo! E claro, como mostra na reportagem da BBC Brasil, a Mão-Santa fica divulgando dados imprecisos e jogando com as pessoas. Mas o fato é, existe uma epidemia de Câncer em cidades produtoras rurais e que abusam dos agrotóxicos. A própria Anvisa liberou uma lista com os principais alimentos com contaminação por agrotóxico, vocês podem acessar o link AQUI.

A indústria mudou muito nas últimas décadas, tornando grandes conglomerados onipresentes. Todo conglomerado tem o seu grupo de acionistas, que nada mais são do que uma espécie de sanguessugas, onde sugam o lucro da empresa. Caso o corpo de diretores não funcione como o esperado, ter os famosos superávits trimestrais parrudos (sim, o lucro não é mais anual e sim, trimestral), os acionistas se reúnem e trocam o CEO, Presidente ou seja quem for! Obviamente a galera nova fará tudo como manda o figurino escolhido pelos acionistas. Assim, vemos essas notícias serem cada vez mais frequentes, como as epidemias de câncer, desmatamento, mudança climática, poluição de rios e por aí vai. Estas empresas investem pesado em marketing e lobby para que os tomadores de decisão façam o que querem e nisso, foda-se a população, foda-se o ambiente. Sério!!!

Frente à toda essa loucura, eu e a Kelly temos tomados decisões baseadas em nossa saúde, bem estar e ideologia de vida. Com o passar dos anos mudamos muito a nossa forma de nos relacionarmos com a comida. Nós fazemos tudo, ou melhor, quase tudo!! Desde o pão e bolo de todo o dia até a massa da pizza. Ainda não estou fazendo espaguete, mas logo logo quem sabe não começamos?! A nossa mudança teve vários fatores, os dois principais foram os agentes da mudança: primeiro porque tudo é caro e segundo, porque não sabemos a procedência das coisas. E nessa vibe de fazer tudo em casa descobrimos que nós economizamos muito mais com comida!! Como somos vegetarianos, o gasto com alimento cai absurdamente, pois o preço da carne é um horror (isso que os caras metem porcaria pros bichos crescerem mais rápido e confinam cada vez mais animais por metro quadrado para aumentar a produtividade)! Por isso eu não entendo o preço da proteína animal ser tão elevada. Gente, não somos ricos, estamos longe disso, mas somos organizados e seguimos o nosso plano à risca, então assim podemos comprar várias coisas orgânicas e usufruir desses alimentos. Quando não compramos orgânicos, vamos em feiras de produtores locais ou próximos da região, onde o alimento tende de melhor qualidade.

Mas uma das coisas que realmente mudou em nossas vidas atualmente foi a possibilidade de termos a nossa horta!! Vejam nossos brócolis e couve-flor crescendo! Galera, leiam sobre o movimento slow food. Vamos ficar atentos, não precisamos correr tanto. Repensem em suas atitudes, sim elas terão impacto em vossas vidas. Não adianta pensar como se não houvesse amanhã, pois provavelmente o amanhã não será animador e ele estará lá te cobrando, então vamos refletir de como andam as coisas em nosso mundo. Não é fácil, eu sei! Estamos nessa jornada à 12 anos e o mais lindo, é que estamos sempre aprendendo e nos transformando! Ah, pode-se mesclar as coisas, não precisa ser 100% orgânico, mas tentem mudar naquele produto que vocês mais utilizam em vosso dia. Vejam se dá pra fazer a comida em casa, nem que seja duas vezes por semana, já é melhor garanto! O fato é, as coisas não mudam se nós não nos esforçarmos. Acreditamos em tanta bobagem e dito popular, que no fim as pessoas podem levar uma vida completamente diferente daquela que elas haviam pensando. Vamos lá, vamos pegar a porra das rédeas e vamos ter o controle de nossa rotina! Esqueçam controle total!! nunca teremos o controle total isso é fato, mas devemos controlar aquilo que é o mais importante, a alimentação! Afinal, somos o que comemos!

 

joao_vi

Anúncios

Tomates

03/08/2016 § Deixe um comentário

Tomates#Flor+fruto

Olá pessoal, tudo na paz? Espero que sim… Por aqui, o dia está bem nublado e se preparando para chover. No fim, hoje esquentou um pouquinho, está fazendo agora 16°C. Então, quando sobe a temperatura no inverno aqui no sul, é sinal de chuva! Pois é, e com isso a hortinha está crescendo mais lenta e as nossas pimentas, pimentões e pepinos morreram. Não sabia que eles eram tão frágeis ao frio. Mas os tomates estão indo aos trancos e barrancos.

Quando montamos a horta, uma das frutas que eu queria cultivar era o tomate! Eu sempre achei que fosse uma planta complicada demais, que só cresceria em estufa ou muito bem protegida, mas que nada, ledo engano! Como vocês podem ver na imagem, os tomatinhos floresceram e frutificaram! Porém, lendo sobre como cultivar tomates, li que eles são facilmente atacados por fungos e pior, é verdade.

Depois de colher o frutos, eu semeei e vingaram mais mudinhas, mas elas foram fortemente atacadas por fungos. Tentei leite, mas só piorou. Muitos usam a calda bordalesa como fungicida, mas eu não estava muito animado em comprar sulfato de cobre e cal virgem. Não que seja químico, mas não estava com vontade mesmo. Pesquisei mais um pouco na internet e achei uma receita de chá de camomila. Nossa, tem funcionado bem direitinho!! Passo com mais frequência do que dizem e está funcionando muito bem. A segunda remessa de tomates está crescendo! Um pouco mais lento por causa do frio, mas estão vindo. Plantei no solo mais ou menos 20 mudas e apenas uma morreu até agora. Estamos com mais umas 30 mudinhas crescendo no berçário (sementeira), mas estas eu farei diferente, eu montarei umas floreiras com Pinus que recuperamos em terrenos baldios, restos de obras. Queremos mostrar que podemos ter horta e tomates em qualquer espaço! Acho importantíssimo incentivar ao plantio daquilo que comemos. Nem que seja por pouco tempo, mas já ajuda, principalmente a reduzir o número de plantas com agrotóxicos. Fora que é uma delícia mexer na terra e ver a plantinha crescendo! Vamos viver o movimento do slow food!!

Tomates#Muda

Fiquem em paz!

joao_vi

 

Alimento nosso de cada dia…

29/07/2016 § Deixe um comentário

bananas

Bananas da nossa plantação

Olá pessoas queridas! Tudo na paz? Espero que sim!

Lembro quando eu era criança como eu amava chocolates, iogurtes, salgadinhos, biscoitos, bifes de hamburgueres congelados, assim como nuggets! Pois é, apesar de sempre comer muita fruta e salada, mesmo quando criança, eu amava todas essas coisas descritas acima. Bom, puderam perceber que eu não era uma criança magrinha. Alias, longe disso! Hehehe… Puxando um pouco da memória e pelo que a minha mãe e vó falavam, eu adorava tomar mamadeira com farinha láctea da Nestlé.

Bom, os anos se passaram e eu fui fazer biologia na Unisinos e nestes anos que se passaram, fui adquirindo conhecimento. Na faculdade tive várias disciplinas sobre metabolismo humano, bioquímica, biologia celular e molecular. Ou seja, comecei a entender como as células funcionam ou ter uma ideia bem boa. Nessa época, fazia academia há algum tempo e o meu instrutor é um cara fantástico, sabe tudo de metabolismo e como uma pequena esponja do lado dele eu ia perguntando tudo!! E perguntando mais e mais…hoje tenho um bom conhecimento sobre o funcionamento do corpo a ponto de me sentir confortável com o que eu aprendi. Claro, não sou profissional e também não lembro o nome de todas as enzimas e rotas metabólicas, mas sei o suficiente para o consumo próprio! Continuo lendo, mas com menos afinco do que antes.

Quando conheci a Kelly, passei a conhecer outro universo alimentar, pois ela é vegetariana (ovo-lactose) desde criança, então comecei a ler e a me enterar desse universo! Tanto que hoje sou praticamente um vegetariano! Ainda como alguma coisa de carne vermelha, mas frango, porco e derivados não como nada!! Nesse tempo que estamos juntos, 12 aninhos, assistimos à muitos documentários sobre alimentação e sobre a indústria alimentícia. Lemos muitas reportagens sobre o processo de produção e resultados de muitas pesquisas sobre a influência de determinados grupos alimentares e substâncias químicas que são adicionadas aos produtos e o que fazem em nosso corpinho. Resultado: cortamos do nosso cardápio arroz branco, açúcar branco e farinha branca. Como disse antes, sabendo como nosso corpitcho funciona e com o conhecimento gerado por novas pesquisas na área de nutrição, vimos que o açúcar branco, farinha branca e arroz branco, são veneninhos que vão detonando o nosso corpinho aos poucos. Junto de gorduras hidrogenadas e conservantes.

Claro, ainda comemos porcarias, como nós chamamos esses produtos industrializados. Adoramos o Doritos com guacamole, icetea, pão de queijo de saquinho, mas não tomamos refri, nem suco de caixinha! O chocolate só meio amargo para início de conversa. E tu sabes, que hoje, com meus 38 aninhos (não sou mais nenhuma criança), cada vez estou mais feliz com as nossas escolhas e cada vez mais produtivo e criativo. Antes me arrastava pelos cantos e tinha muito mal humor…agora é um pouco de mau humor! hahaha…

O que eu quero dizer é que, é possível irmos trocando algumas coisas pouco saudáveis por outras mais saudáveis. Não estou aqui para cagar regras, apenas para dividir um relato de uma mudança contínua, desde a minha infância até a minha idade adulta! Ou seja, não foi do dia pra noite e sim, um processo contínuo, com alguns recuos, mas sempre em um processo. Então meus amigos, não queiram mudanças drásticas em tão pouco tempo, claro,
a não ser em caso de urgência como uma doença muito grave, fora isso, podemos viver muito bem, sem as porcarias tão valorizadas em nossa cultura. Lembrem-se sempre nossa saúde é o reflexo do que comemos!

Fiquem em paz!

joao_vi

Alfaces

25/07/2016 § Deixe um comentário

Boa tarde pessoal, tudo na paz? Passaram bem o final de semana?

Então, como havia escrito no post abaixo (Horta em Casa), sempre quisemos uma hortinha para chamar de nossa e finalmente estamos podendo realizar essa vontade! Nosso primeiro canteiro foi aquele da foto do post acima. Atualmente são quatro canteiros e por mais que o frio venha com força para estes lados, tem amanhecido com temperaturas entre 5-7°C), a nossa horta tem se desenvolvido!

Aqui na primeira foto estão as nossas alfaces recém brotando! Impressionante como alface cresce bem e sem muito cuidado. A rúcula já outra história (e para outro post). Normalmente eu costumo semear em berçários (ou sementeira) as sementes das plantinhas que gostaríamos de ter. Prefiro semear, pois eu tenho um controle maior do que ter na nossa horta, do que ir na agropecuária ou em feiras para ter as plantas e quando vê não têm nada bonito ou do interesse. Então, eu montei um berçário onde coloco as sementes em pequenos orifícios que eu  faço no solo. Neste exemplo da foto, eu ainda estava usando saquinhos plásticos para mudas como berçário, mas eu fiz um de madeira (postarei mais adiante).

Alfacinhas#crescendo

A alface tem um índice de brotamento super alto, então não precisa colocar semente demais em cada orifício. Eu procuro colocar umas 3 sementinhas por buraco de 0,5 cm de profundidade, que elas vêm com muita força. Eu deixo as mudinhas nos berçários até elas alcançarem uns 5 centímetros, quando eu escolho aquelas mais vigoras para passar para o canteiro. Depois de replantadas no canteiro, os alfaces crescem super rápidos! Menos de 50 dias já estávamos com alface pronta para comer!

Alfacinhas#crescidas

Bom pessoal, plantem! Não importa aonde e nem quanto espaço há, as plantas crescem de qualquer jeito com amor e água!! Plantem essa ideia gente boa!

Fiquem em paz!

joao_vi

Onde estou?

Você está navegando atualmente a horta categoria em .