Receita: Bife de Arroz

29/07/2016 § Deixe um comentário

Bifiinho de Arroz#VI

Olá pessoas desse Brasil. Tudo na paz?

Gente, uma receita fácil e muito gostosa! Pelo menos eu acho! hahaha… Então, sobrou aquele arroz ou fez muito? Ele tem uma serventia muito boa. Como já falei aqui antes, somos vegetarianos, mas comemos ovos (caipira, somente) e tomamos leite (não o de caixinha comum).

Vamos para a receita: eu divido uma xícara de arroz pronto em duas partes: em uma parte desse arroz  acrescento dois ovos, cebola picada, alho picadinho, temperos a gosto (Mr. Daesh Tradicional, pimentas em grãos, um pouquinho do vinagre da minha conserva de pimentas), às vezes coloco tomate desses bem maduros, azeite de oliva e uma ou duas pitadas de sal. Tudo isso pode ser processado ou liquificado. Depois de misturado e um pouco pedaçudo, eu junto com o restante do arroz. Quem for fazer no liquidificador, deve ter um pouco de paciência, pois a mistura fica bem grudenta dependendo se tiver mais arroz, então fique esperto! No processador é bem mais fácil! Misturo tudo e acrescento mais umas três colheres de sopa de aveia (farinha, média ou graúda, tanto faz) ou farinha de mandioca ou farinha de trigo 100% integral. Eu gosto de deixar a mistura bem molhadinha, mas se você quiser mais firme, pode acrescentar mais farinha ou aveia. Apenas fique atento, que quanto mais farinha menos gosto dos temperos. É essa equação que deve ser resolvida. Às vezes eu me passo na farinha e o bifinho não fica tão saboroso quanto eu imaginava.

O bom desta receita é que dá para pirar muito! Colocando couve-flor junto, fica muito gostoso, basta cozinhar a couve-flor e acrescentar junto ao liquidificador/processador! E assim com várias outras verduras…tente!

Espero que gostem!

Fiquem em paz!

joao_vi

Anúncios

Alimento nosso de cada dia…

29/07/2016 § Deixe um comentário

bananas

Bananas da nossa plantação

Olá pessoas queridas! Tudo na paz? Espero que sim!

Lembro quando eu era criança como eu amava chocolates, iogurtes, salgadinhos, biscoitos, bifes de hamburgueres congelados, assim como nuggets! Pois é, apesar de sempre comer muita fruta e salada, mesmo quando criança, eu amava todas essas coisas descritas acima. Bom, puderam perceber que eu não era uma criança magrinha. Alias, longe disso! Hehehe… Puxando um pouco da memória e pelo que a minha mãe e vó falavam, eu adorava tomar mamadeira com farinha láctea da Nestlé.

Bom, os anos se passaram e eu fui fazer biologia na Unisinos e nestes anos que se passaram, fui adquirindo conhecimento. Na faculdade tive várias disciplinas sobre metabolismo humano, bioquímica, biologia celular e molecular. Ou seja, comecei a entender como as células funcionam ou ter uma ideia bem boa. Nessa época, fazia academia há algum tempo e o meu instrutor é um cara fantástico, sabe tudo de metabolismo e como uma pequena esponja do lado dele eu ia perguntando tudo!! E perguntando mais e mais…hoje tenho um bom conhecimento sobre o funcionamento do corpo a ponto de me sentir confortável com o que eu aprendi. Claro, não sou profissional e também não lembro o nome de todas as enzimas e rotas metabólicas, mas sei o suficiente para o consumo próprio! Continuo lendo, mas com menos afinco do que antes.

Quando conheci a Kelly, passei a conhecer outro universo alimentar, pois ela é vegetariana (ovo-lactose) desde criança, então comecei a ler e a me enterar desse universo! Tanto que hoje sou praticamente um vegetariano! Ainda como alguma coisa de carne vermelha, mas frango, porco e derivados não como nada!! Nesse tempo que estamos juntos, 12 aninhos, assistimos à muitos documentários sobre alimentação e sobre a indústria alimentícia. Lemos muitas reportagens sobre o processo de produção e resultados de muitas pesquisas sobre a influência de determinados grupos alimentares e substâncias químicas que são adicionadas aos produtos e o que fazem em nosso corpinho. Resultado: cortamos do nosso cardápio arroz branco, açúcar branco e farinha branca. Como disse antes, sabendo como nosso corpitcho funciona e com o conhecimento gerado por novas pesquisas na área de nutrição, vimos que o açúcar branco, farinha branca e arroz branco, são veneninhos que vão detonando o nosso corpinho aos poucos. Junto de gorduras hidrogenadas e conservantes.

Claro, ainda comemos porcarias, como nós chamamos esses produtos industrializados. Adoramos o Doritos com guacamole, icetea, pão de queijo de saquinho, mas não tomamos refri, nem suco de caixinha! O chocolate só meio amargo para início de conversa. E tu sabes, que hoje, com meus 38 aninhos (não sou mais nenhuma criança), cada vez estou mais feliz com as nossas escolhas e cada vez mais produtivo e criativo. Antes me arrastava pelos cantos e tinha muito mal humor…agora é um pouco de mau humor! hahaha…

O que eu quero dizer é que, é possível irmos trocando algumas coisas pouco saudáveis por outras mais saudáveis. Não estou aqui para cagar regras, apenas para dividir um relato de uma mudança contínua, desde a minha infância até a minha idade adulta! Ou seja, não foi do dia pra noite e sim, um processo contínuo, com alguns recuos, mas sempre em um processo. Então meus amigos, não queiram mudanças drásticas em tão pouco tempo, claro,
a não ser em caso de urgência como uma doença muito grave, fora isso, podemos viver muito bem, sem as porcarias tão valorizadas em nossa cultura. Lembrem-se sempre nossa saúde é o reflexo do que comemos!

Fiquem em paz!

joao_vi

Balneário Bella Torres

27/07/2016 § Deixe um comentário

Nossa Prainha querida!

Ao fundo a Praia de Torres, já no Estado do Rio Grande do Sul. Do lado de cá é Santa Catarina! O litoral, principalmente abaixo de Laguna, ou seja, de Laguna até o extreme sul no Chuí, o litoral é caracterizado por esta planície reta entre o mar e a restinga.

Prainha+Torrica#3

As únicas formações rochosas que tem neste caminho, aparecem ali em Torres. As únicas falésias nessa porção do litoral. De laguna “pra cima” (em direção ao norte do Brasil) a costa é toda recortada com baías que formam enseadas de mares calmos. Claro, no nordeste existem grande extensões sem morros nas praias, mas nada comparado aqui no Sul, onde a única fisionomia é essa, de uma grande reta. Como não existem recifes como quebra mar e nem costões para a existência de baías calmas, o mar é aberto com muito vento e ondas agitadas. Mas nem por isso deixa de ser belo e sim, torna-se uma beleza peculiar, ao qual somos apaixonados! Afinal, em todos esses cenários existe um astro maior, o MAR!

Mar PB

Por isso, quando você jogar qualquer coisa pelo sanitário ou ralo, saiba que o destino final de todos os dejetos, é o mar. Ele se junta ao mar através dos Rios. Os rios vão se unificando até a chagada ao mar, como o sangue que saí dos capilares, passando pelas vênulas e veias do nosso sistema circulatório, onde o destino final do sangue são os pulmões. A água percorre sempre do menor para o maior e o ponto final é o mar! Por isso que excesso de agrotóxicos, poluentes industriais e dejetos das residências influenciam os nossos oceanos e a saúde dos nossos mares.

Fiquem em Paz!

joao_vi

Alfaces

25/07/2016 § Deixe um comentário

Boa tarde pessoal, tudo na paz? Passaram bem o final de semana?

Então, como havia escrito no post abaixo (Horta em Casa), sempre quisemos uma hortinha para chamar de nossa e finalmente estamos podendo realizar essa vontade! Nosso primeiro canteiro foi aquele da foto do post acima. Atualmente são quatro canteiros e por mais que o frio venha com força para estes lados, tem amanhecido com temperaturas entre 5-7°C), a nossa horta tem se desenvolvido!

Aqui na primeira foto estão as nossas alfaces recém brotando! Impressionante como alface cresce bem e sem muito cuidado. A rúcula já outra história (e para outro post). Normalmente eu costumo semear em berçários (ou sementeira) as sementes das plantinhas que gostaríamos de ter. Prefiro semear, pois eu tenho um controle maior do que ter na nossa horta, do que ir na agropecuária ou em feiras para ter as plantas e quando vê não têm nada bonito ou do interesse. Então, eu montei um berçário onde coloco as sementes em pequenos orifícios que eu  faço no solo. Neste exemplo da foto, eu ainda estava usando saquinhos plásticos para mudas como berçário, mas eu fiz um de madeira (postarei mais adiante).

Alfacinhas#crescendo

A alface tem um índice de brotamento super alto, então não precisa colocar semente demais em cada orifício. Eu procuro colocar umas 3 sementinhas por buraco de 0,5 cm de profundidade, que elas vêm com muita força. Eu deixo as mudinhas nos berçários até elas alcançarem uns 5 centímetros, quando eu escolho aquelas mais vigoras para passar para o canteiro. Depois de replantadas no canteiro, os alfaces crescem super rápidos! Menos de 50 dias já estávamos com alface pronta para comer!

Alfacinhas#crescidas

Bom pessoal, plantem! Não importa aonde e nem quanto espaço há, as plantas crescem de qualquer jeito com amor e água!! Plantem essa ideia gente boa!

Fiquem em paz!

joao_vi

Bom Senso por você anda?!

23/07/2016 § Deixe um comentário

Olá pessoal, tudo na paz?

Como já escrevemos antes, moramos em um balneário com 180 pessoas e no inverno a prainha fica fantasmagórica. A casa do lado da nossa está a venda, então se antes ninguém vinha, agora mesmo que não tem ninguém. Às vezes aparece a moça que cuida do jardim, mas ela nós conhecemos. hoje, uns poucos minutos atrás, nossos cachorrinhos começaram a latir para o vizinho, mas eu sei que a moça não aparece no final de semana, então fui ver o que eles latiam com tanto afinco e vi uma moça no muro da casa vizinha ao nosso vizinho e não dei bola, pois a casa de lá também está a venda e como não tem portão nem nada as pessoas entram com frequência para bisbilhotar, o que sou contra, mas eis que vi um sujeito no pátio do nosso vizinho que tem portão e estava fechado.

Obviamente indaguei o sujeito e ele me disse que estava olhando a casa, aí eu não me aguentei e disse: “mas tu tens que pular o muro para olhar”. A casa do vizinho tem uma cerca de tela e a pessoa pode muito bem olhar do lado de fora que se tem uma visão completa. Quando o indaguei, o sujeito ficou brabo comigo, como se o que ele estivesse fazendo não tinha problema algum!! Eu fique perplexo! Poxa, como assim? Cadê o bom senso?! Não pode ser do jeito “quero ver, logo invado a propriedade de outro sem o menor constrangimento”, fala sério!? Falei com calma e disse que eu tava cumprindo com o meu papel de vizinho, já que vi um estranho andando bem belo no pátio. Ele ficou dizendo que morava na esquina da nossa rua, mas honestamente, foda-se! Não me importa, pois eu não conheço a pessoa e ela está dentro de uma propriedade privada!! Mas o sujeito continuou ofendido comigo…bom, virei as costas e deixei-o falando sozinho. Poxa, tudo tem limite. Claro que quando eu fui ver, o querido havia zarpado fora! Interessante, não? Foi só chamar a atenção para a coisa errado que o camarada saiu.

Assim, aproveito esse acontecimento para externar uma coisa que a muito nos incomoda. E é esse o grande mal de nós brasileiros. Está faltando o bom senso!! A educação e o respeito pelos outros. Eu não sei o que foi que aconteceu, mas cada vez cresce mais esse tipo de atitude do “eu quero, logo posso e que se foda o do lado”. Gente, em muitos países civilizados, onde as pessoas entendem o que é uma sociedade e o papel das pessoas, nesses locais não se toleram esse tipo de atitude e repreendem sem constrangimento algum o sujeito que está em desconformidade com a regras de sociedade. Aqui se tu chama a atenção de alguém que tá fazendo merda, tu és o estressado ou encrenqueiro ou o intolerante ou o que tu quiseres mais. Nunca ninguém repreende a pessoa que fura a fila ou é mal educada ou que pega o caixa eletrônico para si, esquecendo da fila quilométrica ou estaciona na vaga de dois carros e tantos outros exemplos. Todos ficam caladinhos e recriminando com olhares aquele que chama a atenção do sem-noção. Poxa até quando? Não são os políticos que devem organizar a sociedade e, sim, nós cidadãos que temos que fazer acontecer. Senão os políticos continuarão roubando e rindo de nós, pois nós não estamos organizados e vigilantes. Não adianta nada afastar deputados ou senadores, se os mesmos continuam gozando das benesses do dinheiro roubado e as pessoas babando o ovo dessa gente.

Por isso a pergunta, BOM SENSO POR ONDE VOCÊ ANDA?? Simples, as coisas começam de cima para baixo e não o contrário. Porque se é de cima que vêm as ordens de como devemos viver, isso se chama ditadura! Vamos lutar nós nas pequenas coisas do dia-a-dia. Não temos como combater pessoas armadas, mas podemos e devemos combater os espertos que levam vantagem no detalhe. Se ficarmos quietos, nunca aprenderemos a fazer a diferença e principalmente, nunca seremos respeitados!

Fiquem em paz!! E se façam respeitar!

 

Stranger Things – Bom D+

22/07/2016 § Deixe um comentário

stranger-things-netflix-trailer

Confesso a vocês que estava receoso para assistir a esse seriado, Stranger Things do Netflix. Sei lá, vinhamos de algumas maratonas de seriados mais pesados e não tava muito com vontade. A Ké queria assistir há um bom tempo. Como estávamos sem “nada” para assistir (sempre temos essa sensação depois de assistir a uma série que ficamos viciadões e esta quando chega ao fim), fui ler e assistir algumas críticas sobre o Stranger Things e o que eu tinha lido e ouvido não foram muito convincentes. Dando a entender que a série era clichê ou fazia referência demais à outras produções do mesmo gênero. Fiquei com menos vontade ainda, mas sabe quando tu procura muito sobre um determinado assunto e acaba por convencido!? Então, acabamos assistindo…

Nossa, a série, pra mim e pra Kelly, é fantástica!!! Hahaha… Sério, muito divertida e ao mesmo tempo com um baita suspense! A ponto de não ficarmos sozinhos à noite depois de assistirmos aos episódios. Gente, vimos todos os episódios em 3 dias….estamos novamente com aquela sensação de vazio quando acaba algo que a gente gosta muito. Então, resumo da ópera, vale muito apena assistir a série! Muiiitoooo!! Não importa se é parecido com este ou aquele filme, achamos o enredo original e, claramente, os produtores fazem referência aos filmes e diretores que marcaram uma geração. A ambientação da década de 80 é muito boa e a trilha é matadora!!! Bom, eu nasci em 78 e, obviamente, as músicas me lembram da minha infância. O elenco é muito bom, principalmente a piazada, estão demais! Que atores mirins bons!!! O melhor é o Justin! O piá é hilário!!!

Justin

Justin (boné) – Imagem retirada do site do zh.clicrbs

 

Bom, o final de semana está chegando e está aí uma dica bem boa para acalentar o coração nesse frio gélido do sul! Por mais que alguns insistam que no Brasil não tem frio, né dona Dani Noce?! Aqui tá um frio dos infernos e se aí tb estiver, bora para debaixo dos cobertores com um bom vinho ou chocolate ou chá bem quente e se divirtam com esse seriado!

Fiquem em paz e boa maratona!

joao_vi

Pasta de Ricota

20/07/2016 § Deixe um comentário

Bom, como vocês puderam perceber com o post anterior sobre a horta, nós adoramos tudo o que é menos industrializado possível! Aqui em casa não jantamos comida muito elaborada, gostamos de fazer lanche. Nós fazemos o nosso pão com farinha integral, costumo colocar chia ou linhaça com levedo de cerveja ou quinoa e por aí vai. No entanto, comprávamos requeijão ou aqueles queijinhos processados com sabores diversos, mas com o passar do tempo fomos nos sentindo incomodados com aquilo. Eis que um belo dia a Kelly viu em algum site que não lembro mais, alguém postou uma receita de pasta de ricota e resolvemos testar. Dito e feito, adoramos!! Nisso são quase um ano que fazemos a nossa pastinha. Hoje então, gostaria de dividir com vocês uma que eu fiz ontem, que eu achei boa demais! Claro, como muito nesta vida, a receita que eu passarei, cheguei sem querer!

Nós normalmente fazemos o rancho uma vez ao mês, já que fazemos as nossas compras em um município próximo, Sombrio-SC, onde tem um grande estabelecimento comercial e com preços acessíveis. Então compramos sempre o equivalente ao número de semanas, neste caso são 4 ricotas. Sempre as congelamos e a medida que a nossa pasta acaba, eu descongelo e faço. Ontem na correria, eu esqueci de descongelar e na hora da janta não tinha pasta!! Bah, fiquei de cara… Pensei um pouco em outras soluções e em um lampejo divino peguei uma travessa e coloquei a ricota junto de uma cebola média cortada em tiras, quatro dentes de alho com casta e quatro tomates pequenos bem vermelhos cortados em quatro pedaços. Coloquei azeite e larguei no forno tudo. Deixei até que os tomates estivessem bem macios e a cebolinha mais douradinha (levemente). Tirei tudo do forno e a ricota estava lá bem bonita, descongelada e inteira! Coloquei tudo dentro do processador. Nesta parte eu usei o caldo de uma conserva de pimenta que eu fiz aqui, mais uns temperos (Mr. Dash – Italian Blend) e duas pitadas de sal. Liguei o processador e deixei tudo bem misturado até formar uma pasta. A nossa pasta fica ainda com alguns pedaços de cebola e tomate.

Creme de Ricota com tomate e cebola assados

Creme de Ricota com tomate e cebola assados

Nossa, ficou muuuito BOOOM! Simples, relativamente rápido e fácil! Fica uma delícia para comer em sanduíches ou aperitivos com torradinhas ou com qualquer outra coisa que vocês queiram! As vezes eu parto uma abobrinha ao meio e coloco bastante desse creme. Deixo no forno gratinando com queijo em cima, fica ótimo tb!

Fiquem em paz!

joao_vi

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para julho, 2016 em .