A alma da casa

30/11/2011 § Deixe um comentário

Os detalhes da nossa casa mostram a personalidade de quem mora ali. Os detalhes podem ser simples ou rebuscados, tanto faz, de qualquer forma chamam nossa atenção pois é ali que mora a alma da casa. <<Minha opinião.>>

Detalhes em cores, em quadros, em simples almofadas. Eles entregam tudo.

Quando entro na casa de alguém sempre procuro pelos livros. Ali nós conseguimos ver uma personalidade bem definida do dono da casa. Ali vemos os interesses, as angústias, as alegrias. É uma forma de se comunicar com o morador, sem trocar uma palavra.

Ah, os quadros. Eles dizem mais ainda. Pequenos, grandes, com fotografias, pôsteres, gravuras, pinturas. Eles mostram muito.

Toda essa forma de análise não é uma maneira bisbilhoteira de estar na casa dos outros, é na realidade uma das melhores formas de se comunicar, analisar pelos pequenos detalhes ao redor da gente e sentir aquela alma no lugar da decoração (sim, livros também são decoração). Toques sutis que mostram sem máscara nenhuma a personalidade. Acho bacana.

Fotos de design sponge, desire to inpire, vintage & chic.

Anúncios

Alguns filmes para ver na semana

28/11/2011 § Deixe um comentário

A Single Man (Direito de Amar), do estilista Tom Ford. Este filme estava na minha lista desde ano passado e nunca acabava vendo. Que desperdício de tempo o meu! O filme é maravilhoso, sua época, enredo, cores, atores e figurino são impecáveis. Um dos meus filmes favoritos que vi neste ano. Depois de toques suaves, o tiro no peito de The Killer Inside Me (O Assassino em mim). Tudo se passa em uma pequena cidade do Texas com um xerife no mínimo sociopata. O terceiro filme já vi faz algum tempo, mas não poderia deixar de colocar aqui, já que nada nele é suave: Blue Valentine (Namorados para sempre). Não se engane com o nome em português, pois o filme não é bonzinho, muito menos mostra o amor que se passa no título. É minha gente, nem tudo são flores em relacionamentos.

Bom início de semana.

Iluminando

25/11/2011 § Deixe um comentário

Essa casa fica em São Paulo e é do designer venezuelano Pedro Useche. Adorei a luminosidade dentro dela, mesmo com poucas aberturas. Eu sou adepta da ideia de muitas janelas, muita luz natural, dispensando o quanto se pode de luz artificial, mas gostei da casa. Por ter um pé direito altíssimo a claridade fica por todo o lugar.

Na mesma casa uma ideia que já é batida, mas acho muito boa: puxadores na parede fazendo a vez de cabideiros. Tudo parece ficar muito mais organizado dessa forma, tento um puxador para cada objeto. E, muitas vezes, o valor fica bem bacana pro nosso bolso, já que cabideiros de parede estão cada vez custando mais.

A casa é no Brasil, mas vi as imagens em desire to inspire.

 

Um tecido para chamar de teu

23/11/2011 § 1 comentário

Projetos faça-você-mesmo são muito bacanas. Principalmente quando eles são fáceis, onde a probabilidade de errar não é tão grande. Quando era mais nova adorava brincar com tinta e tecido. Gostava de inventar, só que não tinha muita técnica não. Era uma no erro e no acerto. Então quando vi esse projeto no design sponge de carimbar estampas em tecidos, que não é nada difícil, lembrei direto das minhas empreitadas e como eram boas de fazer! Tanto gostei que estou aqui colocando, na minha tradução.

Para fazer o carimbo, um pedaço de madeira é perfeito. Escolha um desenho que te agrade e que também não seja difícil de talhar na madeira. Tenha tinta de tecido, rolinho, aquela coisa básica. O rolo deve ter tinta, mas não demasiado, senão vai ir além do desenho no carimbo.

Aqui a ideia foi de testar antes em um papel para ver se ficava legal, como a pessoa queria. Depois começou no tecido, cuide para que embaixo do tecido a superfície esteja lisa. O bacana é colocar algo embaixo do tecido para deixá-lo reto. A partir do momento que transferiu uma imagem, replique ela como quiseres.

E o tecido zigue zague perfeito! Antes de utilizar ele, melhor esperar cerca de 3 ou 4 dias. Na realidade este é o tempo para secar a tinta no tecido. No artigo falam para esperar depois de secar mais uma semana para colocar em uso. Perfeito!

Filosofia

21/11/2011 § Deixe um comentário

Depois de um final de semana de muita filosofia. Sem mais. Boa semana para todos!!!

Começando a cuidar das plantas de casa

21/11/2011 § 1 comentário

Eu não sou a pessoa que entende pra caramba de plantas. Eu simplesmente gosto de tê-las por perto e o convívio com o João fez com que eu fosse mais atrás de como cuidar delas. Quando morava bem solita da silva, tinha um cactus, que morreu. Tive outro, que também morreu. Depois de uma longa data ganhei uma suculenta em um sorteio onde trabalhava e assim tive a minha primeira verdinha para chamar de minha que durasse e que mora conosco desde então (na foto é a última, nos fundos, dos bancos, à esquerda). Mas antes precisamos comprar algumas coisas básicas para jardinagem:

De início, luvas são muito boas. Até hoje não temos luvas de jardinagem e sim luvas que o João usava nas coletas marinhas dele. São ótimas para tirar o mato (outro dia não estava de luva e detonei meus dedos só tirando os matinhos safados). A tesoura de poda é bacana para, como o  nome diz, podar plantas pequenas. Aqui em casa temos uma super grande, para podar valendo mesmo. Um facão é bom para ajudar em podas maiores, como em árvores. Um bom regador é ótimo, ou se morar em casa, a mangueira faz sua vez. Adubo e terra vejo que são essenciais também. Sobre adubagem, perguntem bem para o pessoal das floriculturas, não coloquem sem saber, do contrário é bem capaz que irão matar as plantinhas.

Nos outros posts vou falar um pouco das nossas plantas.

A natureza da casa

18/11/2011 § 1 comentário

Para terminar os posts sobre as ideias de casas perfeitas (para mim, claro), eis a finalista! Esta casa fica no litoral uruguaio (se não me engano) e é maravilhosa. Linhas retas, janelões, estrutura que flutua sobre o terreno, no maior estilo Mies Van der Rohe. Pena que ocupa uma parte grande de terreno, mas diminuindo um pouco os espaços a casa fica em um tamanho perfeito!

O contato com a natureza é 100% necessário. Essa interação sempre será o que levo pra vida, no meu trabalho, é o que faz valer tudo a pena. Inspiração pra vida.

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para novembro, 2011 em .