Uma nova visão sobre tudo

09/12/2010 § 1 comentário

Filmes para mim são muitas vezes um adendo à minha informação diária sobre tudo no mundo. Filmes mostram uma visão, real, deturpada ou conceitual de diversos mundos. Parece óbvio, mas realmente quanto mais assisto filmes, mais mudo minha visão sobre tudo no mundo. Vira e mexe me vejo experimentando novos olhares, novas percepções, nova tentativa de entender o que passamos e assim poder viver cada vez melhor.

Filmes são entretenimento acima de tudo. Mas se podemos tirar mais proveito do nosso momento, porque não?

Os três filmes acima mostram realidades muito diferentes. Nowhere boy (O Garoto de Liverpool) mostra John Lennon novo, formando seu caráter, sua personalidade, e não se engane,  não é somente para fãs de Beatles, é um filme com muita sensibilidade que me fez analisar algumas coisas da minha vida mesmo, por mais que falem ao contrário. Whatever Works (Tudo pode dar certo) é um filme de Wood Allen na sua máxima: neurótico até dizer chega. Mas vou dizer, esse filme mostra até um momento uma linearidade de fatores que depois se desmancham conforme os acontecimentos. Uma quebra de paradigma? Uma crítica ao que é certo, ao que é normal? Chegue à sua conclusão. Soul Kitchen (mesmo título em português até o momento), alemão, com pitadas irônicas bem germânicas, principalmente em se tratando do protagonista ser de origem grega, num restaurante caindo aos pedaços, nas trapaças clássicas. Filme leve, interessante, para saber de onde vem a alma das coisas.

Capitalism: A love Story é um documentário do Michael Moore sobre o capitalismo, obviamente. Mesmo você gostando ou sendo capitalista, comunista, socialista, anarquista, o que for, acho que necessita ver este filme. A partir do momento que temos mais informações sobre determinado assunto podemos analisar e saber mais o que acreditamos. Nesse caso, mostra facetas do capitalismo que muitos desconhecem, mostra como o ser humano pode ser ganancioso e impiedoso. Grey Gardens, conta a história da derrocada de Little Edie, uma socialite norte americana que acredita que sempre virá a salvação e assim mudará sua situação com a sua mãe. Real, muito real. Em uma época que muitos estavam enchendo seus bolsos, ver o outro lado da situação é pesado. Man on Wire (O Equilibrista), um documentário do equilibrista francês Philippe Petit. Mostra sua vida e o momento em que ele passa por toda a segurança para ir de uma torre à outra (World Trade Center) em um cabo de aço suspenso. Incrível. Incrível.

A derrocada de uma família, a visualização de um sistema de governo e um equilíbrio. É o que procuro na minha vida, o máximo de equilíbrio de sentimentos, de pensamentos. E também é o que tem de mais difícil nisso tudo.

Anúncios

Marcado:

§ Uma Resposta para Uma nova visão sobre tudo

  • […] vários dias estou para escrever e cá estou agora. A Kelly já escreveu um pouco sobre ele no post “Uma nova visão sobre tudo”. E aqui eu coloco o trailer abaixo e vocês já poderão sentir um pouco do que o sistema […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Uma nova visão sobre tudo no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: