Paz e Amor em 2011

24/12/2010 § 5 Comentários

Não costumo pensar muito em ano novo, vida nova. Nosso novo ano só será uma continuação deste agora. Ele será bom se nós começarmos a ver a continuidade dos fatores, se estamos sendo felizes, se fazemos o possível para termos paz e amor dentro da nossa casa, com nossa família, como nossos amigos, no nosso trabalho. Acredito que tudo o que fazemos tem uma reação, ela voltará para nós da mesma forma que tivemos a ação, ou ainda maior.

A vida é curta, os momentos de felicidade devem ser vividos com muita intensidade. Não acredito em felicidade plena, mas acredito nesses momentos que fazem nossa vida valer muito a pena. Muito mesmo. Vivam intensamente a vida, acreditem nas suas realizações, tenham sonhos, coloquem em prática. Senão, quando forem ver, já passou, tudo muito rápido. Prefiro ir atrás dos meus sonhos e das minhas vontades do que me arrepender por não ter feito.

Paz e amor para todos. Em 2011 ou em qualquer ano. Em qualquer dia. Em qualquer hora.

Cozinhas brancas

22/12/2010 § Deixe um comentário

A galera adora cozinha branca, certo? A maioria das pessoas pensa assim, prefere branco na cozinha. Acredito que também seja uma opção pelo valor, pois para fazer uma cozinha, sempre será mais barato colocar elementos que são default no mercado. Mas também acredito que esse “ar” de limpeza, de tornar o ambiente maior, mais clean sejam fatores que devemos levar em conta.

Vou ser sincera, prefiro cozinha colorida. Mas essas cozinhas abaixo são lindas. A parede vermelha, na primeira delas, dando destaque ao mobiliário foi algo sensacional. Sem bordas, ângulos retos, o toque da madeira nos balcões e prateleiras. Achei uma ótima ideia para se inspirar.

A primeira vez que vi a cozinha abaixo achei tri bonita. Muitos gostariam de ter exatamente dessa forma. Mas quando vê o antes e o depois, realmente podemos ter certeza que o que era bonito poderia ficar mais ainda. Achei super linda. Por mais que sou bem chata para cozinha, porque acredito que pratos e copos devem ficar em cristaleira, não ao “ar livre”. Digo isso porque toda a vez que fores pegar a louça, terá pó, pelo, ou algo do tipo. Então prefiro ser da lei do menor esforço e deixar certos pertences guardadinhos para serem utilizados, sem precisar limpar novamente.

Imagens: cozinha 1: design sponge. Cozinha 2: design sponge.

Campanhas publicitárias um tanto quanto divertidas (?)

21/12/2010 § Deixe um comentário

Faz pouco tempo que essas campanhas publicitárias faziam parte da vida das pessoas. Pouco tempo que o cigarro é visto como maléfico para a saúde, assim como armas são oposições para a paz que todos tanto querem na vida. Abaixo coloco algumas propagandas que são um tanto quanto divertidas, olhando pelo lado irônico da força. Tu se diverte quando vê que não tão antigamente assim as pessoas tinham outros valores, assim como outro entendimento de diversão, saúde, alimentação, da vida em si.

As campanhas tirei de world of ads.

Mais um grão…

16/12/2010 § Deixe um comentário

Hola pueblo buena onda!!

No post Um Grão a Mais eu falo das mentiras ditas desse sistema pobre, que vivemos nos atuais dias de luta. Neste, eu trago mais umas mentirinhas.

Esse video, Zeitgeist (o significado esta aqui), é mais complicado e não tem o carisma do Michael Moore, mas aborda outros assuntos tão complicados, quanto o da crise financeira dos EUA. No inicio do filme, eles falam sobre religião e como eu sou espírita, discordo em alguns pontos, mas o resto é muito importante. O video esta no youtube.

Quem se lembra do então primeiro ministro da Inglaterra, Tony Blair, assumir publicamente que o motivo que os levaram a invadir o Iraque era mentira? Pois é, a principal alegação da invasão foi em cima da produção de armas de destruição em massa. O Iraque era um país desenvolvido e que as mulheres tinham acesso a Universidade, um luxo para um país do Oriente Médio. Claro, o Saddam Hussein era um doido e precisava estar preso, porém ele era cria da CIA para combater o Irã, assim como o Osama Bin Laden. Isso é um pequeno exemplo dos monstros que são criados por causa dessas mentiras.

Eu tenho pensando e repensado sobre a China. Na real, a China é o país perfeito para as mentiras do Capitalismo. Em função da superpopulação chinesa fica “fácil” de justificar o trabalho escravo em “prol” da população, que estava morrendo de fome. Porém o que vemos são empresas abrindo plantas na China, em busca por operários mansos em vítimas de um sistema totalitarista que massacra o povo. Essa união esta sendo bombásticas em uma série de países. No fim, como tudo é em torno do dinheiro, países que apresentam leis trabalhistas decentes estão perdendo capacidade competitiva e assim empobrecendo. Olhem o que esta acontecendo na Inglaterra, cujo governo aumentará os custos ao estudantes universitários. Uma série de países desenvolvidos cortarão gastos públicos, pois já não tem arrecadação para se manterem. ÓBVIO, que países assim terão problemas! Vocês sabem qual o que a Apple fez em prol dos seus funcionários chineses? Deram a eles banquinhos!! Isso é um exemplo de uma empresa socialmente responsável!? E todos ficam ávidos pelos gadgets e tranqueiras lançadas todos os anos.

Fonte: diarioliberdade

Infelizmente, corte de gastos públicos em países desenvolvidos, deve ser entendido como perda de qualidade para a população. Aqui, como nada é revertido para nós, pode diminuir os impostos e os gastos, mas naqueles países, muitos serviços são gratuitos para o povo.

E aí? O que fazer? Não sei!! Sério mesmo, tudo o que usamos é feito em algum país que explora seus funcionários e o mais triste é que necessitamos desses serviços, pois facilitam nossas vidas! Claro, que eu gosto de conforto. Mas ao mesmo tempo, não temos televisão a mais de um ano. Eu e a Kelly fazemos o que julgamos necessário. Claro que consumimos. Mas sempre é feita a pergunta: Precisamos disso realmente? E a resposta para a TV é NÃÃÃO! E é assim para um monte de outras coisas.

Assistam esses videos nos posts da Kelly sobre a “História das Coisas”. Ali mostra de um modo muito simples como o sistema é malvado e te faz correr atrás das “novidades tecnológicas” que vocês “MUST HAVE”. Vejam o resultado do MUST HAVE tem em nossas vidas.

Tá meio longo! Só pra variar um pouco…hehehe…

Regras

15/12/2010 § Deixe um comentário

O branco e o preto. O azul e o branco. O roxo e o branco. E por aí vai. Contrastes que fazem bem. Ou uma cor que faz a diferença. Ou várias cores que fazem a diferença. O que importa na realidade, no fundo de tanta análise: gostou? Então está ok. Contrastes fazem parte disso também. As cores também. A decoração também. Sem regras. Melhor, cria a tua regra. Quebre paradigmas. Livre-se de preconceito.

Cores vibrantes em lugar pequeno? Pode. Muitas cores? Pode. Muito contraste? Pode. Cozinha preta? Tudo ok.

Primeira imagem: Made By Girl. Antes e depois da cozinha: Design Sponge. Quadros na parede azul: Lá em Casa.

O tal do pé direito

14/12/2010 § Deixe um comentário

Falei. Melhor, escrevi no post anterior sobre o pé direito alto fazer uma super diferença. E faz. Muita diferença. Aqui em casa temos a sala com o pé direito alto e algumas partes dos quartos. O nosso teto também é escuro como na foto, mas aqui é feito de madeira. Algumas paredes são claras, outras paredes são de tijolo claro. Além de dar a sensação (e não só ela, claro) de amplitude, a ventilação aumenta, a casa torna-se mais iluminada e de quebra tornamos um lugar, por menor que seja, confortável. Não minto, sinto tudo isso aqui. Nossa casa é pequena, mas com esse pé direito grandão (em algumas partes), consigo sentir muita diferença aqui. Como na foto acima.

Mas essa imagem acima me cativa não somente pelo pé direito alto, tijolos pintados de branco ou teto de tijolos crus. A simplicidade com linhas retas + modelos de poltronas de diversas épocas são uma decoração à parte. Acho que de fato mudaria somente os quadros, aumentando o passe-partout, adoro passe-partout bem grande, não importando o tamanho da fotografia/imagem. Lindas luminárias pretas. E posso falar? Aquele telefone é meu sonho de consumo. Não, também não gosto do sofá com tecido florido, mas isso é bem pessoal, já que não sou muito fã de flores. Luminárias circulares, brancas, lindas. E ao mesmo tempo esta sala está tão simples.

Mas tudo isso fica muito mais bacana com o pé direito. Ele faz a diferença. O respiro que todo lugar precisa.

Um grão a mais…

13/12/2010 § Deixe um comentário

Olá Pessoal!

Gostaria de agradecer a todos que têm visitado o Blog e nos incentivado a continuar escrevendo!

Bom, meus últimos posts foram basicamente sobre o custo acima do que as coisas realmente custam. Assistindo ao video do Michael Moore, “Capitalism: A Love Story” não dá pra deixar de lado a revolta que invadiu minha mente, já não tão sã. Há vários dias estou para escrever e cá estou agora. A Kelly já escreveu um pouco sobre ele no post “Uma nova visão sobre tudo”. E aqui eu coloco o trailer abaixo e vocês já poderão sentir um pouco do que o sistema financeiro predatório é capaz de fazer com as pessoas.

Tá, a história central do filme é o Estados Unidos, mas como todos sabem somos ou fomos uma colônia deles. Ok, já foi muuuito pior e antes essa dependência era mais visível. Realmente, hj o Brasil ganhou projeção e somos um pouco mais respeitados lá fora, mas a receita do bolo pegamos do Tio Sam. O grande problema, é, que eles mentem descaradamente na nossa frente, então o acreditamos ser o correto, não de uma maneira deles ganharem mais dinheiro. É muito importante, que procuremos por empresas socialmente responsáveis. Essa é uma maneira de conseguirmos lutar um pouco.

Não sou contra a iniciativa privada e muito menos sou fã de regimes totalitaristas, o que eu sou radicalmente contra, é de sistemas que promovem o egoísmo e a fortuna de poucos. Nesse filme do Michael Moore, ele deixa explícito e pornográfico o que o sistema financeiro é capaz de fazer.

Pessoal, a mensagem que eu gostaria de deixar e é por isso escrevemos nesse blog, é a seguinte: Façam o que realmente vocês têm vontade de fazer!!

Não sigam as regras e não acreditem em tudo que a mídia diz. Novela, somente se for para não pensar em nada, assim como Jornal. Revistas, algumas são sérias e a maioria é um lixo! E essas são justamente as que apresentam maior circulação. A mídia é o principalmente meio de disseminação dessas mentiras que iludem as pessoas.

Uma revista que faz a diferença é a Trip. Sério!! Eles trazem muitas reportagens com exemplos vivos, de que é possível a libertação da alma e desse sistema corrompido que vivemos.

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para dezembro, 2010 em .