Fotenhoooos

30/09/2009 § 1 comentário

Meus amiguinhos, como sabem, a Ké trabalhou como fotógrafa por um tempo e me transmitiu muito conhecimento. Gosto muito de fotos! Muito mesmo. Quando iniciei na minha vida acadêmica lá na FZB no Laboratório de Poríferos Marinhos, eu conheci o trabalho de um dos melhores fotógrafos sub do Brasil, o João Paulo Cauduro Filho. O cara manda muito bem como mergulhador e como fotógrafo. Tem algumas fotinhos abaixo:

Assim, com a minha linda esposa e com o maluco do JP, o caminho para sacar unas fotinhos foi inevitável e eis que eu estou comprando meu primeiro equipamento para tirar fotos de modo mais profissional. Digo mais profissional, pq ainda me falta um abismo de conhecimento para eu dizer que as minhas fotos são profissas! Mas pelo menos já comprei minha primeira maquininha, uma Canon Powershot G10 e diga-se de passagem a muuuuito custooooo e sacrifício. hehehe…Então, minha dica é para aqueles que querem iniciar no mundo fotográfico, eu aconselho sem medo de errar essa Canon. Ela é do tipo compacta, mas tem todas as funções para se trabalhar iluminação de modo automático e outras paradas que eu nem sei que dá pra fazer com ela! Sério mesmo, é uma baita máquina! Linda!! Ela é robusta e tem um estilo vintage. O acesso aos comandos são super fáceis! Ela é uma máquina pensada para o público inexperiente como eu!

Canon PowerShot G10

Só que para fazer fotinhos debaixo d’água é preciso de uma caixa protetora, chamada de caixa estanque. Estanque, pq ela é super vedada e não permite a entrada de água. Uma coisa que é super importante saber, é que as cores debaixo d’água tendem as serem azuis! Isso ocorre devido aos comprimentos de ondas das cores. Todos os tons de vermelho, amarelo, laranja são os primeiros a sumirem. Basta uns 5 metrinhos essas cores não aparecem como enxergamos fora d’água. Então é fundamental a presença de um flash. O ideal seria um flash externo com um rebatedor do outro lado, mas se tu não tens um caminhão de dinheiro, podes começar com uma caixinha simplex que nem a que eu comprei específica para a minha máquininha.

O foda é que para ter um flash externo, tu tens que ter um braço flexível. E tudo isso pode custar o mesmo valor da máquina ou até mais! O problema dessas caixas estanques é que o flash é frontal e na água há muitas partículas em suspensão, quando é batida a foto o flash frontal ilumina todas as partículas, dimuindo a qualidade da imagem principal. Já com o flash externo é diferente, pq ele esta acoplado a um braço externo flexível, assim pode-se movimentar o flash de forma que ilumine o objeto principal da foto, reduzindo a “sujeira” na imagem.

Caixa Estanque DC-28 G10Aí estão as minhas dicas para quem quer começar a bater umas fotinhos dentro d’água! Quando eu tirar minhas primeiras imagens postarei aqui!

Anúncios

Marcado:, , , , ,

§ Uma Resposta para Fotenhoooos

  • LOMO+ « disse:

    […] estão todos? Então, como eu já havia escrito anterior somente sobre fotografia nos post Fotenhos e G10, deixo claro como eu gosto de fotos! A uns meses atrás a Kelly olhando algumas coisas na […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Fotenhoooos no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: